Frankie e Marília | F&M | Fotógrafo de casamento SP | Fotografia de Casamentos diferentes | IMPER-FEITAS | Frankie e Marília
Por mais fotos IMPER-FEITAS com intenção.
imperfeição,criatividade,perfeição,bloqueio artístico,fotografia,fotografia de casamento
17168
post-template-default,single,single-post,postid-17168,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

IMPER-FEITAS | Frankie e Marília

Às vezes nós somos meio bobos e caímos na armadilha de nos compararmos com as pessoas que nos inspiram, daí a gente se odeia e congela. Daí a gente não consegue fazer nada – porque afinal de contas – nunca seremos tão incríveis quanto X. X sim é um artista de verdade, nós não fotografamos/pintamos/escrevemos tão bem. Nunca vamos conseguir nos expressar tão bem, já que não somos artistas de verdade. Então não mostramos nosso trabalho “imperfeito” pra ninguém. Aliás, nem criamos nada, porque não vai ser perfeito.

E daí você passa dias meses anos se odiando e triste porque nunca vai ser igual aquela pessoa que você admira. Daí você tira umas fotos e uma pessoa te fala que essa foto a inspirou muito, mas você não acredita porque não é tão bom quanto X. Mas você já parou pra pensar na fotografia que REALMENTE te motiva? Não a fotografia que você acha legal, mas a fotografia que te faz pensar “meu deus, o que tá rolando aqui?” Ela é PERFEITA, ou ela te faz sentir alguma coisa? Se ela é feita usando uma técnica perfeita, você já pensou que talvez ela é feita assim porque essa pessoa ensaia/pratica/treina/fotografa obsessivamente? Você já pensou que essa pessoa pode ter passado por essas mesmas coisas quando estava pensando em criar – mas se ela nunca tivesse tido coragem de postar essa foto, VOCÊ nunca teria experimentado essa inspiração?

SEMPRE vai ter alguém melhor que a gente. SEMPRE. Por mais que você treine obsessivamente a sua arte por 24 horas por dia, sempre vai ter alguém melhor. Mas a idéia é provar que você é o melhor, ou colocar pra fora algo que você sente? O que a gente cria quando estamos criando por nós mesmos é o que é realmente especial, não o que você imagina que as pessoas queiram ver. Se a gente lembrar que o que deixamos aqui não é o nosso “ranking” comparado com outros fotógrafos. Não são quantos likes/facebooks/instagrams/casamentos por ano/patrocínio/câmera nova/destination wedding/glamour besta, mas sim “caramba, essa foto me inspirou”.

Por mais fotos IMPER-FEITAS com intenção.

We sometimes act a little stupid and fall in the trap of comparing ourselves to the people who inspire us most, then we panic and fall into this habit of self-hatred and stop creating. We stop creating because, after all, we’ll never be as good as XYZ. XYZ is the real artist, that’s the real deal, we just can’t photograph/write/paint/act/whatever that great. We’ll never be able to express ourselves as incredibly as he/she does, so fuck it, we stop. Let us never show this imperfect work to anyone. Let’s not even think about creating, because it won’t be that good.

And then we spend days months years hating ourselves and we live miserably because we’ll never be as great as that person who we look up to. Then you accidentally shoot a couple of photos and someone tells you they’re incredible, but you can’t believe in that because it is still not as good as XYZ. But have you ever really taken the time to think about the photography that really INSPIRES you the most? We’re not even talking about work that you look at and you think is done well, or is weird and quirky, but that work that makes you go “holy crap this melts my pants”. Is it perfectly lit? Was it really made with the world’s most expensive camera? Or is it awesome because it makes you feel/think something? If you’re into it because the artist’s technique is perfect, have you ever considered how many hours/days/years it took that person to obsessively get to that point of being that good? Maybe it’s not even that they’re better than you, it might be that just put in a ridiculous amount of time into that. Have you ever considered that that same person might have gone through these same doubts, and if they had never put this out there, you would have never seen this and gotten a chance to be inspired by it?

There will ALWAYS be someone better than us. ALWAYS. No matter how long you obsessively live/talk/work on your craft, there will always be someone better. But are you doing this to be the best at something, or are you doing it because you love doing it? Because you feel like you need to put out work that helps you work out who you are? What we feel when we’re doing that is what’s real, fuck trying to get more likes/more recognition/more fairweather friends/shooting more destination weddings. “This photo is the shit” is what this is all about.

Here’s to more imperfect work shot with intent. Let’s get awesome.

No Comments

Leave a Reply